segunda-feira, 21 de abril de 2014

Todos têm um Santo Graal, o meu chama-se cream cheese frosting.

Não é nenhum segredo que o meu bolo preferido é red velvet, basta ver a foto de perfil aqui do blog.

Nesta Páscoa decidi fazê-lo com liquid cheesecake, originalmente era mesmo para ter uma parte de cheesecake feito no forno mas a coisa já estava a ficar muito ambiciosa e eu fiz algo mais prático.

Estava maravilhoso mas faltava-lhe qualquer coisa, a receita original não tem nada que saber, x de cream cheese, y de manteiga sem sal e 5 chávenas de icing sugar, leram bem cinco chávenas, o que torna aquilo demasiado doce para os meus gostos e eu até gosto de doce!

O liquid cheesecake também, a meu ver, estava demasiado doce, estava à espera de alguma acidez do recheio para equilibrar o sabor e ainda que tivesse sido bem sucedido não era aquilo que eu queria.

E não há nenhuma receita até agora que eu acho ser a ideal, tenho uma na manga para uma próxima oportunidade por isso logo vos direi. Curses, foiled again!

27 comentários:

  1. eu nunca me meti numa destas receitas, juro que nem sei o que são metade das palavras que aqui escreves. mas um dia, pela minha rica saúdinha e mais 5 quilos em cima (estou a boiar nos 65 que me mato), hei-de enfiar as mãozinhas nesta empreitada. resta sacar uma receita de alguém... ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Queres o Ratio do Michael Ruhlman? Ele ensina a cozinhar pela matemática usando os ratios que são usados nas escolas do culinária, para perceberes as diferenças entre diferentes tipos de massas. É uma leitura interessante para a teoria culinária. :)

      Eliminar
    2. podes dar-me um tutorial no próximo encontro clandestino :)
      5 kg, vou ali correr e já volto...

      Eliminar
    3. Por acaso houve uma altura em que queria dar um workshop de cozinha. :)

      Eliminar
    4. Eu acho que seria uma belíssima ideia :)

      Eliminar
    5. Ainda está na minha bucket list, estava com o nome provisional de "Gajos e Tachos".

      Eliminar
    6. Se percebi, um workshop de homem (so) para homens :)
      Acho a ideia mais engraçada ainda :)

      Eliminar
    7. Sim, o público alvo são homens, tipo 1 receita de base que se desdobra em outras receitas.

      Eliminar
    8. Acho essa ideia muito interessante. Quando fomos a Itália pensei em fazer um workshop desses de comida italiana, mas o que havia era tudo sensaborão, para quem nem sabia o que era molho pesto (não que eu seja um expert).

      Eliminar
    9. Tenho que polir melhor a ideia.

      Eliminar
  2. Podias fazer acompanhar o post com fotos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era preciso que eu tivesse jeito para fotografar comida! Argh!

      Eliminar
  3. :-S nem sabia que existia o liquid cheesecake...é o que dá não cozinhar mas acredito que até era capaz de inventar umas coisas diferentes mas era provável que o sabor não correspondesse à idealização que eu faria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Liquid cheesecake emula cheesecake de pacote e serve para rechear bolos ou para tartes.

      No que diz respeito à criação culinária, cozinhar é química pura e para podermos ter sucesso a inventar convém termos ideia dos ratios da culinária. Ou seja, o que é que faz um bolo ser tipo esponja, mais denso, tipo genóise... e o mesmo se aplica a cremes e molhos. Há receitas e ingredientes adaptáveis enquanto outros nem por isso. Mas dá-me imenso gozo.

      Eliminar
  4. Tal como a Margarida,do alto da minha ignorância não percebi metade das palavras, mas mesmos assim soa tãaaaaao bem :)
    Abc

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Continuo em falta sad, hoje estás na minha to-reply list, sou um despassarado.

      Eliminar
    2. Não te poreocupes, estivemos todos em modo férias estes dias :)
      Abc

      Eliminar
  5. Eu sou uma vergonha. Nunca provei :(

    ResponderEliminar
  6. Junto-me aos ignorantes. Só te falta o #foodgram.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ver respostas acima, sou péssimo a tirar fotos de comida.

      Eliminar