sábado, 4 de maio de 2013

Pimenta no blog dos outros é refresco para mim



Ontem despoletei um post simpático num blog de uma amiga minha que ainda me fez rir ao final da tarde porque ela é assim, vai dizendo coisas algumas provocatórias, numas concordamos noutras não mas quem não gosta coma só as batatas.

Eis que quando olho para os comentários leio o ultraje de uma leitora que subiu a um pedestal para tentar tirar a P. do seu (não conseguiu, ela está lá com Super Cola 3 para o que der e vier)  e yada yada como podes tu ter uma opinião sobre uma classe trabalhadora e o caracol com os paus ao sol.

Aquilo deu numa troca de galhardetes e pouco avançou mas eu fiquei curioso com a integridade desta leitora também ela autora de um blog e fui ler o dela, claramente possuidor de uma qualidade incrível.

O que eu encontrei foi mais um blog de teor a minha vida + sadomaso, que nada contra (são tantos, quase todos iguais e todos a preto e branco) porque se há consenso então carga nisso.

Mas depois deparei-me com um post sobre as esposas de viseu, na altura estive para escrever mas o trabalho era tanto que deixei passar, mas esta autora escreveu isto.

Presunbenta e aguação claramente, porque a outra não podia dizer mal de uma classe trabalhadora, mas ela pode perfeitamente classificar mulheres de uma cidade inteira como más na cama e cheias de preconceitos sexuais. Há coisas que me irrita é acharem que vanilla is boring, cada um come o sabor de gelado que gosta e numa nota culinária, vanilla quando é bom é muito bom, porque é puro e cheio de sabor.

Mais ainda deve ser alguém que se esquece de uma tradição portuguesa de ir às prostitutas para fazerem coisas que não se fazem com as mulheres. Um dos meus primos quando éramos adolescentes dizia que a mulher dele nunca lhe faria sexo oral porque beijava-o depois a ele e aos filhos... uma conhecida com a minha idade dizia que não fazia sexo oral ao namorado porque isso era nojento ao que lhe respondi "para mim não servias" e tantos outros. É uma questão de cultura e não necessariamente de pensamento retrógrado que não é exclusivo ao género masculino ou feminino.

E isto uma mulher que escreve sobre outras mulheres que confesso que ainda me faz mais impressão.

29 comentários:

  1. Confesso e admito que tenho uma forma provocatória de escrever (ou de ser na vida já me conheces a algum tempo e sabes que sou assim) mas mesmo parecendo que estou a globalizar a classe a verdade é que sei sempre que a excepção confirma a regra!
    E ainda bem que assim é!
    Quanto a essa "senhora" sei bem o que a casa gasta e mesmo ponderando não aceitar o comentário dela achei por bem deixar que se espalha-se ao comprido. Eu sou assim uma benemérita!

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos todos provocadores, de uma forma ou outra (jurava que tinha comentado isto)

      Eu não sei o que a casa gasta, mas sei o que a casa escreve.

      Eliminar
    2. Agora diz não está a globalizar a classe, será melhor voltar para a escola novamente Utena.
      Mas também o que poderei esperar de umas "casas" tão pobres de espírito e de leitura...Absolutamente nada.
      Claro que o Sr. Eolo passa o dia a cuscar o que se passa na minha casa, pelos vistos ficou interessado em alguma coisa, ou o preconceito é tanto que tem vergonha de ler o que por lá se passa?

      Eliminar
    3. Doce Anaiis,

      Sugiro que resolva o que tiver a resolver com a Utena em privado. Dá demasiada atenção a uma casa tão pobre de espírito e de leitura, diria eu.

      O seu blog é privado? Ler um blog é cuscaria, então concerteza sou cusco. Tenho vergonha de ler o blog... sim, muita, todo eu uma vergonha só. Mas aparentemente alguém tão pobre de espírito e preconceituoso divirto-a, porque fez questão de vir comentar outra vez e creio que vai comentar outra vez porque estas coisas aparentemente estimulam-na. Acho que fica tudo lindamente com "o Eolo é um pobre de espírito e de leitura e tem vergonha de ler o meu blog.", tomava-a por alguém mais inteligente mas eu volta e meia engano-me, sou uma cabeça de vento. Um grande abracinho Doce Anaiis e se quiser continuar, logo vejo se me apetece.

      Eliminar
    4. Outra coisa não seria de esperar de uma pessoa como esta Doce menina que como não teve direita a mais tempo de antena na minha "casa" veio zurrar para a casa dos outros.
      Vou tentar ser sucinta já que não estou no meu espaço e penso ser de extremo mau gosto tratar qualquer tipo de assunto no teu blog Eolo.
      Tenho plena consciência que para alguém como esta senhora, alguém como eu lhe provoque confusão já que não me limito a temas de fácil trato que pouco ou nada tendem a acrescentar ao dia de ninguém.
      Quanto ao voltar a escola não vejo mal nenhum já que ao contrário de si eu tenho sempre gosto em aprender, em evoluir. Digamos que em sair da cepa torta.
      Mas isso são claro escolhas, e o livre arbítrio ainda é algo que existe neste país de "donas de casa" como tão bem descreve todas as mulheres que não concordam com a sua opinião!
      Ups estará aqui a haver globalidade?
      Mais algum assunto poderá sempre tratar comigo por privado que eu lhe darei todas as respostas que precisa e mais algumas dicas.
      Mais uma coisa minha querida e não encare isto como uma ameaça mas se volta a incomodar pessoas que nada tem a ver com este assunto da forma como o fez terei de tomar outras medidas e chegar digamos que a palavras com outras instâncias.
      Uma mulher tão dotada como diz ser sabe com toda a certeza ao que me refiro.
      Passar bem

      Eliminar
    5. Parece-me que sou a única a dar razão à Doce Anaïs. O seu texto é lamentável, tal como o comentário da Utena (quando me iniciei por estas andanças ainda tentei ler o blog da Utena, tive que deixar de o ler). A Srª Utena não é provocadora, é mal educada,
      Quanto ao Srº veja se cresce em vez de passar as férias a jogar.
      Doce Anaïs, tal como tu, assumo as minhas opções, para quem não sabe, sou lésbica.

      Eliminar
    6. OK, não gostou do meu texto. Tudo bem. Concorda com a Doce Anaiis, OK. Não gosta do blog da Utena, está bem. Fica cá a opinião, marcou a sua posição.

      Esse comentário das férias também não percebi o que é que tem a ver com seja o que for, assim como o resto. Porque "veja se cresce" é tão maduro.

      Eliminar
    7. Só para dizer que woowo, a maria João é lésbica

      Eliminar
    8. Também não percebi, alguma private que não é minha.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Ou não, é mais uma passagem do vento. ;)

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Não é nada João, eu sou um pobre de espírito e pouca leitura além de preconceituoso sexualmente.

      Eliminar
    2. Não me refiro a ti, mas a estas "guerras femininas"...

      Eliminar
    3. Eu percebi, estava a ser irónica. Um grande abraço.

      Eliminar
  4. Deu-me vontade de rir, o que é bom, pois é algo que não faço há dias, por me encontrar doente.

    Tenho um selinho para ti lá no blog:

    http://virgulasdodestino.blogspot.pt/2013/05/selo-de-incentivo-leitura.html

    Abraço :3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rir é bom João. Um abraço, depois passo para ver o selo.

      Eliminar
  5. ok, é isso.
    detesto quando desculpam o erro de alguém por falhas de outros. lá interessa se as mulheres de viseu são ou não boas na cama. a partir do momento que os homens as traiem, não há desculpa. se quisessem saltar a cerca, que ganhem tomates e deixem as mulheres. simples.

    não há razão algum para haver preconceito sexual.. onde eu já andei com a língua.. :$

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahaha! OK pelo menos percebeste que isto era sobre um específico, afinal não são assim tão poucos.

      Eliminar
  6. Eu sou do Sporting; não tem nada a ver, mas não faz mal.
    Assimcomássim, sigo a linha dos comentários despropositados, para não destoar.
    Vamos ao que interessa: pois que gostei muito do post e partilho da mesma opinião do meu caro amigo. Generalizando, acho piada, alguém defender as putas em desprimor às santas, mas eu confesso que prefiro as cabras. Pena que haja poucas... ou se calhar, não. Se calhar, ainda bem.
    Pronto(s), é isto.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, acho muito bem que os amigos se defendam uns aos outros, não seriam amigos se não o fizessem.

      O ponto focal do post foi o artigo que inevitavelmente deu em lavagem de roupa suja de coisas pelas quais o vento não andou, acho lindo quando usam o argumento "não me conheces, não podes fazer juízos de valor" mas logo a seguir és tudo, desinteressante, inculto, não lês, só jogas, não assumes os teus fetiches porque a pessoa não te conhece mas ela pode fazer juízos de valor.

      Já dizia a nossa querida V. não podes mexer na lama sem esperar ficar sujo e foi uma experiência diferente, haters will be haters. Beijos mil.

      Eliminar
  7. Respostas
    1. ..e perdem-se os relógios, encontram-se cavalos e por aí fora.

      Eliminar
    2. Ai nunca fui tão comentado, que emoção tão grande.

      Eliminar
    3. ahaha, tive de me rir desta da emoção.

      Eliminar
    4. Opá, a sério, tá bem que metade deles são meus, mas mesmo assim é emocionante!

      Eliminar